Blog

Blog

(11) 5097 9497

No mês da cerveja, separamos muitas curiosidades para você

Publicado em 22.08.2017
No mês da cerveja, separamos muitas curiosidades para você
Dicas Instituto da Cerveja

Hoje em dia, a cerveja é uma das bebidas mais tradicionais do mundo moderno. No post de hoje, você vai encontrar fatos curiosos sobre o produto, além de todos os detalhes sobre o mês internacional da cerveja. Confira!

Hoje em dia, a cerveja é uma das bebidas mais tradicionais do mundo moderno. Porém, a sua história vem dos tempos antigos. Apesar de existirem diversas marcas e estilos atualmente, a essência da sua existência é sempre a mesma.

 

No post de hoje, você vai encontrar fatos curiosos sobre o produto, além de todos os detalhes sobre o dia internacional da cerveja. Confira:

 

Como surgiu o dia internacional da cerveja?

 

A idéia começou em 2007, em um bar dos Estados Unidos. Um ano depois, foi iniciada uma campanha de divulgação. Além de ser um dia para o consumo de cerveja, é uma data para vivenciar a cultura cervejeira.

 

O dia internacional da cerveja acontece em mais de 50 países, incluindo o Brasil, seu terceiro maior produtor. Na verdade, não existe uma data fixa, mas a comemoração é sempre feita na primeira sexta-feira de agosto (devido aos bares estarem com maior movimento nesse dia da semana).

 

Existem três princípios básicos para a comemoração: reunir os amigos para curtir a bebida, celebrar e dedicar este dia àqueles que produzem e servem a cerveja e promover a união mundial, consumindo produtos de diferentes países e culturas.

 

Onde e quando a cerveja surgiu?

 

A humanidade conhece a cerveja há aproximadamente 10 mil anos, segundo algumas provas arqueológicas. Mesmo assim, não é possível afirmar exatamente quando a cerveja começou a ser produzida e consumida.

 

Alguns estudiosos indicam que ela surgiu junto dos pães — inclusive, durante a Idade Média, ela tinha o apelido de “pão líquido”.

 

Os antigos povos sumérios foram provavelmente os responsáveis por sua descoberta e naquela região, cevada e precursores genéticos do trigo eram os cereais mais utilizados na sua fabricação, que naquele momento era realizada pelas mulheres.

 

Tempos depois, essa cultura se propagou para outros povos como os babilônios, gregos e romanos, estes últimos não valorizando muito a cerveja. Já nas regiões mais ao norte da Europa, onde hoje fica a Alemanha, a produção e diversos aspectos culturais relacionados à cerveja se difundiram bem, como é até hoje.

 

Como é a produção da cerveja?

 

Atualmente, muitos brasileiros se interessam pela produção de cerveja. Vários cursos com certificação profissional são ministrados no país.

 

O processo de fabricação de cerveja possui algumas etapas padrão, mas os diferentes estilos pedem ingredientes e peculiaridades distintas. Por isso, este processo sempre deve ser coordenado por um mestre cervejeiro. Listamos abaixo um brevíssimo resumo de como essas etapas são separadas:

 

1. Moagem

Iniciamos o processo de produção através da moagem do malte e depois a mosturação, onde o malte moído é misturado em uma tina de mostura com água cervejeira.

 

2. Filtração do Mosto

Em seguida, o mosto líquido é separado do bagaço do malte, através da etapa da filtração ou clarificação do mosto.

 

3. Fervura

A próxima etapa é a fervura do mosto, onde se adiciona o lúpulo de acordo com o tipo de cerveja e as características de aroma e amargor desejado.

 

4. Resfriamento

Após a fervura, resfriamos o mosto até a temperatura de fermentação, que varia normalmente entre 8 e 20 graus Celsius, dependendo se a cerveja será uma ale ou uma lager.

 

5. Fermentação

O objetivo dessa etapa é transformar os açúcares do mosto em álcool e gás carbônico, além de outros subprodutos aromáticos, levando em média de 5 a 7 dias, dependendo da cerveja a ser fabricada.

 

6. Maturação

A maturação se inicia com o resfriamento da cerveja até aproximadamente 0oC. É nessa etapa que muitas cervejarias aproveitam para adicionar por exemplo, frutas, lascas de madeira e alguns outros ingredientes para dar características e sabores especiais à cerveja.

 

7. Filtração, Envase e Pasteurização.

E por fim, com o objetivo de dar um acabamento de brilho, a cerveja maturada é filtrada. Passando por isso, ela é envasada e por último pasteurizada, a fim de aumentar o período de validade do produto.

 

Existem curiosidades sobre a cerveja?

 

Saber de algumas informações da história e da produção torna ainda mais legal curtir o dia internacional da cerveja. Veja algumas curiosidades:

 

• por volta de 2.100 a.C., o Código de Hamurabi continha as porções diárias que os babilônios podiam consumir de cerveja: trabalhadores normais, 2 litros, funcionários públicos, 3 litros, administradores e sacerdotes, 5 litros;

 

• a cerveja também era produzida na China, em aproximadamente 2.300 a.C.. Lá, eram usados como base os grãos de arroz;

 

• durante a Idade Média, a bebida era mais consumida do que a própria água em função das condições sanitárias da época;

 

• a cerveja mais "forte" do planeta tem 67,5% de álcool e é inglesa;

 

• as garrafas de cerveja normalmente são âmbares, para proteger a bebida dos raios ultravioleta;

 

• as geladeiras surgiram graças às cervejas.

 

Você gostou de aprender sobre o dia internacional da cerveja e sobre a relevância histórica da bebida? Leia o nosso post com os mitos sobre a cerveja e se aprofunde mais no assunto.

 

 

Fonte: Instituto da Cerveja