Blog

Blog

(11) 5097 9497

Fabricação Artesanal: Conheça o processo de Fermentação e Maturação

Publicado em 30.07.2021
Fabricação Artesanal: Conheça o processo de Fermentação e Maturação
Dicas Marcus Dapper

Não basta apenas gostar de produzir: para que a fabricação artesanal da sua cerveja tenha sucesso, é necessário, antes de mais nada, compreender, praticar e dominar esse processo! Leia o artigo, baixe o material grátis e aprofunde suas técnicas.

Produzir a sua própria cerveja é uma experiência bastante gratificante! Muitas pessoas apaixonadas por essa bebida não veem a hora de sair do papel de meros consumidores, partir para o outro lado da bancada e “colocar a mão na massa”. No entanto, para mandar bem na fabricação artesanal não basta apenas gostar do que está fazendo, ter os equipamentos certos e assistir alguns vídeos na Internet; você precisa compreender, praticar e dominar cada etapa do processo!

 

Um bom homebrewer é aquele que sabe diferenciar “artesanal” de “amador”, “iniciante” de “superficial”; que busca a profissionalização através de capacitações; que não se limita ao que já sabe; que procura aprimorar suas técnicas constantemente. Você se identifica com essa descrição?

 

Então acompanhe este artigo exclusivo e baixe este conteúdo especial, feito por nossos especialistas:

 

 

Características da fabricação artesanal

 

O movimento de valorização dos produtos artesanais não é uma exclusividade das cervejas: diversos outros setores também têm sido impactados pela convergência do público na direção de itens únicos, personalizados, feitos especialmente para seu uso e consumo. Na prática, isso significa que cada vez mais pessoas têm percebido a importância de algumas características básicas da fabricação artesanal:

 

A) Elemento humano

 

Embora a produção de cervejas artesanais utilize procedimentos e máquinas tipicamente “fabris”, o que prevalece é, sem dúvidas, o conhecimento, a experiência e a percepção sensorial do homebrewer por trás dos equipamentos! Sua capacidade aguçada para analisar, quando somada ao ambiente caseiro da cervejaria, garante a preservação do aspecto tradicional de sua bebida, ao mesmo tempo em que prioriza a altíssima qualidade.

 

B) Seleção rigorosa

 

Afinal, a excelência de uma cerveja depende, em grande parte, das matérias-primas aplicadas em sua composição. O profissional responsável pela fabricação artesanal dedica uma atenção especial para a escolha, o preparo e a manipulação dos ingredientes que farão parte de seu produto. Este cuidado resulta em aromas e sabores inconfundíveis das cervejas caseiras - tanto para os mestres cervejeiros que optam por seguir a Lei da Pureza quanto para os que adicionam outros elementos à receita!

 

C) Especialização

 

Já citamos este fato anteriormente, mas é sempre bom destacar que, sejam homebrewers ou produtores autônomos de quaisquer outras áreas, aqueles que almejam transformar paixão em lucratividade devem investir, acima de tudo, em cursos de especialização. Isso mesmo! Se você deseja sair do lugar comum no mercado, precisa estar um passo à frente, criar uma boa rede de contatos estratégicos e trocar experiências com outros profissionais do ramo.

 

Veja, por exemplo, este curso que o Instituto da Cerveja oferece para os cervejeiros artesanais que desejam conhecer os detalhes da produção artesanal - em todas as suas etapas:

 

 

 

 

1ª Etapa: Fermentação e Maturação

 

Levando os pontos anteriores em consideração, sigamos agora para o passo a passo da fabricação artesanal de cervejas! Já que se trata de um processo bastante complexo e meticuloso, decidimos dividi-lo em diferentes artigos, criando uma sequência de conteúdos gratuitos e exclusivos que, quando forem combinados, formarão o quadro completo da produção cervejeira. Vamos começar?

 

Após a produção do mosto na Sala de Brassagem, este é resfriado até a temperatura ideal para a dosagem da 4ª matéria-prima básica das cervejas: a levedura. Especialmente nessa fase, é essencial manter o controle térmico porque, como se tratam de microorganismos vivos, não podem ser submetidos nem a muito calor, nem ao frio extremo! Podemos dizer que neste momento começam as etapas frias da produção, isto é, quando…

 

“...A levedura transforma o mosto produzido pelo cervejeiro em cerveja” - Garrett Oliver, em “A Mesa do Mestre Cervejeiro”

 

A levedura tem um papel decisivo na atribuição de características para a identidade de uma cerveja. Costumamos dizer que todo o trabalho executado na Sala de Brassagem é simplesmente resumido em produzir um mosto com características sensoriais e composição nutricional para que a levedura realize a fermentação da forma mais adequada possível, resultando em uma cerveja de alto padrão.

 

Baixe grátis para entender a fundo esses e outros micro-momentos da Fermentação e Maturação:

 

 

 

Se você gostou desse conteúdo, siga também nossos perfis no Facebook e Instagram para acompanhar tudo o que produzimos! Aproveite para também entrar em contato com os especialistas do Instituto da Cerveja para saber mais sobre nossos cursos de capacitação.

 

 

Fonte: ICB