Blog

Blog

(11) 5097 9497

Cervejas artesanais: 6 dicas para os iniciantes cervejeiros

Publicado em 29.08.2017
Cervejas artesanais: 6 dicas para os iniciantes cervejeiros
Dicas Instituto da Cerveja

São tantas opções que quem está dando os primeiros goles nas cervejas especiais pode se atrapalhar e até desistir pelo caminho. Para evitar isso, vamos listar algumas dicas para te incentivar nessa nova empreitada. Confira!

Você já pensou em se aventurar no universo das cervejas artesanais? São milhares de rótulos nacionais e importados disponíveis para consumo, de mais de 100 estilos diferentes, produzidos em microcervejarias brasileiras e também pelo mundo afora.

 
São tantas opções que quem está dando os primeiros goles nas cervejas especiais pode se atrapalhar e até desistir pelo caminho. Para evitar isso, nesse post vamos listar algumas dicas para te incentivar nessa nova empreitada. Confira:
 
1. Descubra seu(s) estilo(s) de cerveja(s) favorito(s)
 
Essa é uma dica básica para os apreciadores iniciantes das cervejas artesanais. Existem centenas de opções para todos os paladares, e você precisa conhecer o seu para poder aproveitar essa experiência ao máximo.
 
As cervejas de trigo, por exemplo, são mais leves e refrescantes, com baixo amargor. Por outro lado, as Stouts são escuras e tostadas, com notas marcantes que remetem à café e chocolate.
 
Outras são mais adocicadas, algumas mais cítricas ou ácidas, e por aí vai. E, nesse caso, não há muito segredo. A dica é experimentar!
 
2. Prove diversos estilos de cervejas artesanais
 
Você deve estar se perguntando: como experimentar vários tipos de cerveja artesanal e poder sentir bem o sabor de todas elas? Nesse processo, é recomendado começar pelos exemplares mais leves, suaves e com menor amargor e teor alcoólico, para depois experimentar rótulos mais potentes e com amargor mais elevado.
 
Aproveite e harmonize cada cerveja com petiscos ou pratos que combinem com cada uma delas. Isso pode ajudar você a descobrir novos sabores e a entender as cervejas de uma maneira mais completa e complexa, acabando com preconceitos!
 
3. Comece pelas cervejas artesanais nacionais
 
As microcervejarias nacionais são muito reconhecidas e premiadas atualmente nesse mercado. Existem excelentes rótulos feitos por produtores brasileiros, de ótima qualidade e por serem produzidas aqui pertinho, tem a vantagem de estarem também mais frescas.
 
Comece por elas! Além de incentivar e prestigiar os fabricantes daqui, você também vai gastar menos.
 
4. Deguste a cerveja
 
As cervejas especiais são bastante diferentes das ‘brejas comerciais’, consumidas nos botecos.
 
Aqui o importante é ter novas experiências e sensações diferentes ao experimentar cada rótulo.
Procure degusta-las com mais atenção, atentando aos aromas e sabores de cada uma delas e, de preferência, em boa companhia, jogando conversa fora. Assim, é possível se divertir unindo o útil ao agradável.
 
5. Estipule um orçamento mensal para experimentar novos rótulos
 
Degustar cervejas artesanais não é uma brincadeira das mais baratas. O ideal é estipular um orçamento mensal para experimentar novos rótulos. Você pode fazer isso entrando em um clube de assinatura, participando de eventos e festivais cervejeiros ou comprando suas cervejas no mercado ou empório, mas sempre sem comprometer suas finanças.
 
Quando se ainda é um iniciante, isso é extremamente importante para evitar ‘tiros no escuro’ ao sair comprando tudo que vê pela frente. Tenha bom senso e deixe para extrapolar um pouco quando realmente valer a pena investir em uma oferta tentadora, em algum rótulo especial em promoção ou uma ocasião comemorativa.
 
6. Registre suas experiências
 
Pode até parecer besteira, mas se você entrar de cabeça no mundo das cervejas artesanais certamente perderá as contas de quantos rótulos experimentará e quais as sensações obtidas com cada um deles.
 
Por isso, vale a pena registrar essas experiências em algum lugar — com o celular fica muito mais fácil — para poder lembrar-se no futuro o que te agradou mais. Além disso, é possível até pesquisar mais sobre o tema ou um tipo específico de cerveja, e o que, na sua opinião, não vale a pena ser consumido novamente.
 
Agora é com você, caro cervejeiro! Siga nossas dicas, experimente novos rótulos, pesquise sobre as cervejas artesanais para tirar dúvidas ou saber mais sobre elas, como harmonizações, onde comprar e cursos.
 
Aproveite para compartilhar essas informações preciosas com seus amigos e familiares em suas redes sociais. Divirta-se e até a próxima!
 

Fonte: Instituto da Cerveja